ACORDA MP!!!

QUINTA-FEIRA, 24 DE JANEIRO DE 2013

ABÓBRINHAS E PEPINOS – E AS PRIORIDADES, Ó AUTORIDADE ? SOBRAM ESCOTEIROS DO ABSTRATO, FALTAM VIGIAS DA REALIDADE – MAIS INTELIGÊNCIA E MENOS ESPARRO !

 
O problema é que estamos com muitos Escoteiros do Abstrato e poucos Vigias da Realidade. As ruas estão cheias de bandidos, nós estamos desprotegidos, sendo assaltados, estuprados, assassinados, e a mídia com alguns setores das autoridades preferem ficar debatendo abóbrinhas – que dão holofotes – e deixam de enfrentar os pepinos prioritariamente. Teve Juiz – caso isolado, é verdade, mas deu mídia – que já se preocupou com o ´aviãozinho`, achando que incitava violência, enquanto isto, nas ruas, não há policiais. Empurram a responsabilidade uns para os outros: uns dizem que é do Estado outros que é da Federação, uns empurram para o Judiciário, outros para o MP, outros para a Polícia e esta divide entre elas repassando – Militar e Civil – os encargos – e nós aqui com o pepino enfiado. Os meios de comunicação não raras vezes quando exploram o assunto o fazem pelo método sensacionalista que nunca deu certo, desde os tempos do DAUDT Porrada na mesa e exposição de ladrões de galinha … Precisamos de mais INTELIGÊNCIA e menos ESPARRO. Se isto fosse a solução a DILMA nomeava o Presidente da Recor como Ministro da Segurança e estava tudo resolvido.
 
O MP que tem uma atividade nobre poderia, e muito bem, empregar seu talento PRIORITARIAMENTE em alguns assuntos para coisas mais produtivas e de forma enérgica, ou se me expressei mal, para coisas que tenham prioridade superior. Debates acalorados com holofotes da exposição midiática e em gabinetes finamente decorados com ar condicionado ligados a mil podem ser produtivos, podem, mas parece que não saem da ACADEMIA esta prática irritante de ocupar a opinião pública que se impressiona com as argumentações, avoluma a audiência levada pela sua paixão pelo futebol, mas passa nas ruas o pão que o diabo amassou. Há um elegante passeio de sabedoria em teses jurídicas e abóbrinhas nos meios de comunicação. E nenhuma agilidade fática nas ruas. Ficamos com o pepino.
 
Não digo que não haja iniciativas do tipo, nem me insurjo contra sua prática, mas me intranquliza que questões socialmente muito mais importantes deixem de ter a relevância que deveriam pela sedução da audiência. Claro, vão dizer que não é isto, mas claro que se estampa nas páginas de jornais, nos programas de TV e rádio, o contrário. Me desculpem, tenho o benefício da desconfiança, pago, e pagamos, muito caro pela nossa existência, especialmente em impostos. Na ponta do lápis trabalhamos 6 meses para o Governo e o resto para sobreviver. Já fiz esta conta e não inclui nela o Imposto indireto dos produtos adquiridos cujo preço vem tão embutido quanto salsicha. Do nascimento ao óbito, se pagam impostos e todo o tipo de taxas…. vale dizer, lá na caixa a prego ….
 
Não digo que questões ambientais e outras medidas como a que surge agora não devam ser tomadas, mas o que digo é que até neste ramo, há omissão porque se sabe de centenas de questões ambientais muito mais graves que não são praticadas. Por que ? Não sei, gostaria de saber, o que sei é que quando há influência da repercussão jornalística há uma proliferação de cometimentos do tipo. Coincidência, talvez.
 
É evidente, também, que há injustiça na associação clubística de um e outro para casos como o da espécie. Wianey Carlet fez isto com Sbardelotto no caso B Rio – e fez, sabe-se há anos, porque é colorado (hoje já não é mais segredo para ninguém). Lasier Martins – que esperou fazer 70 anos, posando todo este tempo de imparcial, para confessar ser vermelho – intimou de forma policialesca o Promotor, no ar, para que revelasse seu time do futebol, no que recebeu, de resposta, uma chinelada merecida, verdadeiro convite à aposentadoria = sou como toda a imprensa do RS, isento ! Confesso que estou muito curioso agora sobre a posição destes dois. Só isto, curioso, porque a opinião deles, comprometida, vale menos que o cocô do meu cachorro.
 
 
Mas não acho injusto cobrar do MP algumas atitudes de coerência dentro do futebol também.
 
Exemplos ?
 
Um Ex VICE do SCI denunciou a prática da utilização de NOTAS FISCAIS FRIAS no clube para remunerar dirigente: ora aqui tem uma coleção de delitos, que passam por sonegação fiscal e simulação de contrato de trabalho aberta à investigação do MPF …. nada foi feito nem uma palha foi movida …. Outra: até hoje não foram cumpridas exigências do já jurássico decreto de doação da área do complexo beira rio, como construção de uma escola municipal e destinação de área para a comunidade ….. e nunca, mas nunca mesmo, O MP nunca tomou uma única iniciativa sobre isto = http://2toquesulbratv.blogspot.com.br/2012/03/coluna-de-carlos-josias_09.html
 
Mas, no fundo no fundo, falta priorizar assuntos relevantes, separando abóbrinhas de pepinos, e coletivizar as principais necessidades da vida em comum. Especialmente quando se sabe que o futebol esbanja audiência mas limita muitas coisas, e aliena desviando focos…. Infelizmente.
 
Abs
 
@cajosias
 
face
 
C JOSIAS MENNA OLIVEIRA
 
 

http://www.gremistasempre.blogspot.com.br/2013/01/abobrinhas-e-pepinos-e-as-prioridades-o_24.html

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s