Boteco do Ilgo sobre Arena/oas/Grêmio = uma boa leitura

VIVA2010

O bom senso começa a prevalecer na relação entre Grêmio e OAS.

A direção atual do clube herdou um prato-feito. Reclamou do bife ‘nervos de aço’, do feijão aguado e do arroz tipo ‘unidos venceremos’, coisas que eu comia e me lambuzava nos tempos de estudante de jornalismo no Restaurante Universitário da Ufrgs.

Mas eu era um ‘pobre rapaz latino-americano sem dinheiro no bolso…’

Hoje, continuo sem dinheiro no bolso e latino-americano, já não sou um rapaz – as queridas, como diz o Reche, me chamam de ‘tio’ -, mas fiquei mais exigente.

No caso da Arena, o presidente Fábio Koff não está sendo exigente, mas simplesmente exercendo o direito de receber um produto de qualidade, um prato-feito com filé suculento, fritas crocantes, feijão e arroz dignos e, de quebra, uma saladinha com folhas tenras regadas com azeite de oliva.

O Grêmio quer a Arena em plenas condições de uso. E não abre mão disso. Cabe a OAS providenciar para que o seu cliente seja atendido da maneira que merece: com respeito e atenção.

Chegará o momento em que o Grêmio irá receber as ‘chaves’ da Arena, transferindo-se física e espiritualmente para a sua nova casa. Em troca, entregará as ‘chaves’ da velha morada.

Mas esse momento será quando o Grêmio considerar a obra realmente concluída, inclusive com um gramado compatível com a magnitude da Arena. Não quando a empreiteira desejar.

Antes disso, as chaves do Olímpico devem continuar com o clube. Só por precaução.

Facilita, vem um bife ‘nervos de aço’ de novo no lugar do filé.

Mas o importante, a boa notícia, é que Grêmio e OAS estão se acertando, chegando a um acordo que contemple os interesses de ambos de forma satisfatória, e igual.

Afinal, quer queiram quer não, um depende do outro. Por 20 longos anos.

Se a OAS se fresquear, ela que fique com a sua Arena para shows do Roberto Carlos.

E aí, esse gramado de areia, grama rala e piso duro, já não fará qualquer diferença.

HABITE-SE

Ao negar o Habite-se da Arena, a Prefeitura de Porto Alegre surpreende. Afinal, se um estádio em obras foi por ela liberado para a realização de jogos com presença de público, por que não liberar a Arena?

De certa forma, a decisão da Prefeitura ajuda o Grêmio, já que obriga a OAS a executar os ajustes necessários o mais rápido possível.

Koff anunciou hoje que o interesse é enfrentar o Caracas na Arena dia 5 de março. É o que quer a OAS, que agora corre contra o tempo para obter o Habite-se ou algum documento provisório que permita a realização do jogo.

Por ironia, no momento em que encontrava problemas na Arena, um site publicava pesquisa mundial apontando a Arena do Grêmio como a melhor de 2012, com ampla vantagem sobre o estádio colocado em segundo lugar.

O link me foi passado pelo Marcos, integrante da RBS (Rede Botequeira do Sul):

http://stadiumdb.com/competitions/stadium_of_the_year_2012

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Boteco do Ilgo sobre Arena/oas/Grêmio = uma boa leitura

  1. LUIS disse:

    ilgo , ” ENVIE ” ESTE LINK aiiiiiiiiiii , pro HM 69 e o RECHE ok . PARA CALAR A BOCA DE VERME deles .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s