Grêmio e OAS finalizam alterações no contrato da Arena, e Koff garante: “Está tudo acertado”

Conselho Deliberativo do clube irá apreciar as mudanças durante reunião convocado para o dia 11 de junho

Grêmio e OAS finalizam alterações no contrato da Arena, e Koff garante: "Está tudo acertado" Omar Freitas/

Com mudanças no contrato de gestão da Arena, Grêmio pode alcançar os R$ 100 milhões de arrecadação com o quadro social Foto: Omar Freitas

Depois de duas tensas reuniões nesta quinta-feira, os termos do novo contrato de gestão da Arena foram acertados entre Grêmio e OAS. Na noite da última quarta-feira, enquanto Elano colocava a bola no ângulo para assegurar o triunfo  gremista sobre o Vitória, Carlos Eduardo Barreto, diretor de Arenas das OAS, e alguns técnicos da empreiteira baiana acompanhavam a partida ao lado da direção gremista. Apesar dos rumores de um desacerto entre as partes, o presidente Fábio Koff confirmou a Zero Hora que os termos do acordo estão prontos.

 Com isso, o Conselho Deliberativo irá apreciar o novo contrato na reunião marcada para a próxima terça-feira, dia 11 de junho. 

— Está tudo acertado, mas a intenção é preservar os ritos. Nunca Grêmio e OAS estiveram tão parceiros como hoje — afirmou o presidente Koff, desmentindo de forma veemente os indícios de que o acerto estaria inviabilizado.

O primeiro encontro nesta quinta-feira para tratar dos termos que irão reger a parceria de 20 anos terminou com algum desconforto. Insatisfeito com os avanços, Koff teria deixado a reunião abruptamente. A presença de mais de um negociador por parte da empreiteira, em vez de apenas Carlos Eduardo Barreto, o teria incomodado. Este fato, no entanto, é negado por ele.

À tarde, novo encontro entre os dois, desta vez no Olímpico, depois de técnicos das duas partes terem alinhavado os últimos detalhes. Desta reunião, resultou pronta a minuta da reforma do contrato.

Antes que os conselheiros observem as alterações no documento assinado em dezembro de 2008, primeiro passo para a construção da Arena, Fábio Koff não irá fornecer detalhes. O mesmo procedimento é adotado por seus seis vice-presidentes.

Outras fontes, contudo, asseguram que o clube irá obter muitas vantagens. Uma delas é uma drástica redução no valor pago pela migração dos associados do Olímpico para a Arena, que hoje é de R$ 48 milhões. Outro benefício que é saudado pela direção é a abertura de novos espaços dentro da Arena, que permitirão ao clube angariar novos associados. Hoje, a arrecadação anual com o Quadro Social é de R$ 65 milhões, valor que poderá saltar para R$ 100 milhões.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s