Folha de 6 milhões

Com 13 saídas, meta do Grêmio é folha de pagamento em R$ 6 milhões

Tricolor estuda a possibilidade de novas dispensas e descarta contratações de peso

Fernando rendeu R$ 14,2 milhões aos cofres do Grêmio<br /><b>Crédito: </b> Lucas Uebel / Grêmio FBPA / CP
Fernando rendeu R$ 14,2 milhões aos cofres do Grêmio
Crédito: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / CP

Com dificuldades financeiras, a obsessão Grêmio agora é a redução de custos. Após contratações no início do ano para a Copa Libertadores, o Tricolor está liberando jogadores para diminuir a folha salarial do departamento de futebol. O presidente Fábio Koff contou o objetivo de chegar a R$ 6 milhões o gasto com jogadores por mês no clube.

O dirigente disse que o plantel faz jus à folha salarial. “Não é o time caro que se anuncia. Tem uma folha compatível com o orçamento do clube. Talvez fechemos o mês com uma folha de R$ 6 milhões,” informou. Desta forma, novos reforços virão apenas nos moldes do paraguaio Riveros, que chegou ao Tricolor de graça. O assessor de futebol Marcos Chitolina, aliás, descartou a possibilidade de contratações de peso pelo clube no segundo semestre.

Para cortar o custo do departamento de futebol, 13 jogadores deixaram o clube, através de vendas, liberações ou empréstimos. No início de 2013, André Lima foi vendido para o futebol chinês. Depois da Libertadores, o lateral André Santos voltou para o Arsenal e Facundo Bertoglio, para o Dínamo de Kiev. Na negociação por Barcos, o Grêmio passou quatro atletas ao Palmeiras: Léo Gago, Leandro, Vilson e Rondinelly. Por empréstimo, saíram do clube Marcelo Moreno (ao Flamengo), Douglas Grolli (para o São Caetano), Tony (foi ao Criciúma) e Wangler voltou ao Caxias. Pouco aproveitado, os direitos federativos de Willian José foram repassados ao Santos em definitivo.

Obs.: Tem, ainda, Marquinhos para o Avaí.

Além deles, o Grêmio vendeu no meio do ano o volante Fernando. A transferência do jogador ao Shakhtar Donetsk renderá 5 milhões de euros (R$ 14,2 milhões) aos cofres do Grêmio. Detentor de 40% dos direitos econômicos do volante, o clube conseguiu um pouco mais dos R$ 12,5 milhões que tinha direito. A contrapartida partiu de uma composição com o jogador, dono de 10%, e dos investidores, que tinham 50%.

O lateral Fábio Aurélio pode ser mais um integrante deste grupo que está deixando o time. A direção estuda uma forma de repassar ou rescindir o vínculo com o profissional, que atuou em cinco jogos desde a chegada. A grande dificuldade é encontrar algum interessado, já que é difícil oferecer um atleta que invariavelmente está entregue ao departamento médico. O Misael é outro com potencial para entrar na relação de saídas, já que está vendido desde o ano passado a um grupo de investidores.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s