O sr. não seu Cacalo! O sr. não tem moral para criticar. Por que no te callas, Cacalo?

 

28 de fevereiro de 2014

É a América Latrina 

Ouvi um pouco do sala de redação hoje. O suficiente para, cada vez mais, me convencer que o Cacalo não é sério. Este senhor é, talvez uma das poucas pessoas que não tem o direito de criticar as vendas que o Grêmio fez. E ele não tem este direito, não pelas bobagens que cometeu enquanto foi presidente. Ele não tem este direito simplesmente porque sabe como funciona um clube de futebol e principalmente o que acontece quando salários são atrasados. Por alguma razão ele está jogando para a torcida. E jogando muito mal, diga-se de passagem. ( Não terá ele atrasado salários quando infelizmente foi presidente?)

Já muitos torcedores choraram as vendas inconformados. Estes eu entendo. Às vezes, senão quase sempre, a paixão supera a razão. Não é por outra coisa que marido ou mulher apaixonado por alguém fora de casa se torna descuidado e deixa um monte de rastros só para passar algum tempo com a paixão proibida. A estes eu deixo uma pequena explicação. Vivemos na América Latrina. Não temos o direito de sonhar. Aqui se mata um leão por dia para continuar vivendo. Por mais que queiramos, os times brasileiros não tem a força e o poderio de um time de ponta europeu. Nem sequer dos times do leste europeu. Chorar e criticar é perder tempo. Ou não tem quem deixa de comprar um chocolate para poder comprar o leite dos filhos? Ou melhor, na maioria dos casos não fazemos isto?
Os salários estão atrasados. Se não forem pagos não adiante ter um time de craques. Eles simplesmente não jogarão. As circunstâncias dos negócios, dentro do possível foram excelentes. Eles ficarão aqui até o final da Libertadores. Não irão tirar o pé? Até é possível, mas não é provável. Primeiro porque certamente estão cobertos por um belo seguro. Segundo porque já mostraram que gostam do clube e querem deixar sua marca na história.

Mas e as estruturas provisórias? Você pergunta. De onde sai o dinheiro? Certo que sairá da ampliação que não será feita no Hospital de Pronto Socorro. Ou será talvez fruto do dinheiro que não irá para os caminhões de bombeiros que tanta falta fizeram no incêndio de terça-feira. Aliás, nunca pensei que viveria para ouvir gente defendendo a não ampliação do HPS. Mas aconteceu. Foi também pungente a reportagem que saiu sobre as dificuldades dos bombeiros para operarem em casos de incêndio. Pergunta se o governo está preocupado. O que importa é a Copa do Mundo. Mas como? Você exclama! É a América Latrina, eu te respondo.

Mas tem mais. O mesmo time que não tem dinheiro para pagar estas estruturas que se comprometeu a bancar assinando um contrato, está buscando 16 milhões de reais para comprar o Aranguiz. É possível isto? Claro, eu respondo. Nós vivemos na América Latrina.

 

Garimpador de talentos promete mais nomes

 
 

Na enorme repercussão que a venda de revelações  teve junto à torcida , no meu post de ontem o leitor  humbertosm comentou sobre a saída de jovens talentos doGrêmio

“Na minha visão já venderam até o Cofre.
Luan tá na prateleira esperando alguém levar.”

Ao que lhe respondi:

“Não, Humberto. O cofre ainda está lá e cheio de nomes que ainda irão despontar no time do Grêmio.”


Pois então, fui muito negativada por torcedores de pouca fé. E hoje abro o computador e com muita surpresa encontro matéria do jornalista Diogo Olivier (sim, apesar de tudo, de vez em quando uma luz se acende e há coisas que dá para se aproveitar naquelas bandas) tratando do assunto. 
Por ser importante e por fechar com as informações que tenho, a seguir reproduzo a entrevista que o jornalista faz com o coordenador da base do GrêmioJúnior Chávere

Descobridor de Luan e Wendell avisa: “Outros virão”

Chávere garimpa novos talentos para o Grêmio.  


O coordenador-geral das categorias de base do GrêmioJúnior Chávare, 46 anos, é paulista de Americana. Antes de se mudar para Porto Alegre com a mulher e os dois filhos, de 13 e 21 anos, trabalhava como funcionário e consultor da Juventus, de Turim. Era dele a tarefa de indicar talentos da América do Sul para a Vecchia Signora. Chávare está no centro da nova filosofia da base gremista, que já começa a exibir resultados e despertar o interesse da Europa em ritmo acelerado.  

Zero Hora — O Grêmio parece ter mudado o perfil de suas apostas. É isso mesmo?
Chávare – Quando fui procurado pelo Grêmio, deixei bem clara uma condição: a qualidade tem de vir antes da força física e da altura. Acho que conseguimos quebrar alguns paradigmas no clube. Agora, do sub-12 em diante, valorizamos o jogo, o futebol. Tive a sorte de encontrar dirigentes como Rui Costa e Fábio Koff, que acreditaram neste modelo. 

ZH — LuanWendell e Breno refletem este conceito, então…
Chávare – E Alex Telles. E o próprio Ramiro, que não preenche o estereótipo do volante grande, com envergadura. Este biotipo mais leve e hábil mudou em toda a nossa base. O Luan ficou meses aqui só treinando antes de jogar. Raça? Sim, claro, é uma marca do Grêmio. Mas a técnica tem de vir antes. 

ZH — O interesse tão rápido da Europa te surpreendeu?
Chávare – Não. Tenho bem presente o conceito comercial do futebol de hoje. Sei o que o mercado quer e exige em um atleta. A captação de talentos é o diferencial nestes tempos de escassez de recursos, e ela tem de estar adequada a esta realidade para ser uma ferramenta de gestão do clube. 

ZH — A base seguirá fornecendo Luans e Wendells?
Chávare – Tenho mais de 3 mil nomes na minha agenda. Destes, monitoro pelo menos 350 mensalmente. Posso dizer ao torcedor do Grêmio que, de onde vieram estes, outros virão ali adiante. 

__________ 

Eu não disse que o cofre tinha mais uma porção de nomes?
Confiem na Pitica. Alguns vão, outros vêm.
Assim está configurado o planejamento atual do Grêmio. Os dirigentes também querem jogadores de ótimo nível e títulos. Eu confio na competência deles, pois já me provaram que sabem o que fazem.
Saudações tricolores!

 
Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s